Logo Pró-Saber SP

Roda de Dengos: como fazer atividades com as famílias

Na Roda com as Famílias mensal, as educadoras Ana e Géssica viram a oportunidade de convidá-las para distribuir dengos às crianças. E foi emocionante!
Foto das famílias reunidas e criança abraçando um homem em preto e branco

Inicialmente, selecionamos a história do livro Os Dengos na Moringa de Voinha, de Ana Fátima e com ilustrações de Fernanda Rodrigues. Essa escolha condiz com a idade da turma entre 4 e 5 anos e que poderia ser lida para elas.

A história foi muito bem acolhida porque identificaram a moringa e diversos outros objetos da história e o afeto da criança com seus parentes. Após a leitura, pensamos em levar essa história para a nossa Roda com as Famílias que acontecem todos os meses.

O objetivo da roda é justamente fazer com que as famílias partilhem um momento com as crianças e as professoras para fazerem algo, podendo ser uma brincadeira, um ateliê, uma conversa ou, como no nosso caso, uma roda de dengos.

Então, lemos o livro com as famílias e as crianças todas juntas! Nossa proposta foi que cada familiar presente oferecesse um elogio à sua criança; algo que elas queriam falar e que fizesse as crianças saberem o quanto são especiais e amadas.

O intuito dessa proposta era que as crianças ouvissem o que muitas vezes não dá tempo das famílias falarem em casa, como “você é especial” ou “eu te amo”, mas foi muito mais bonito que isso.

As famílias inicialmente ficaram envergonhadas e as crianças tomaram a iniciativa dizendo quem iria começar. Foi um momento muito emocionante dessa fala, quando conseguiram expressar a felicidade em ter aquelas crianças em suas vidas, como elas mudaram após a chegada delas como mãe, pai, avó, tia ou irmã.

Ao finalizar a roda, sentimos mais do que uma sensação de trabalho realizado.

Foi uma sensação de coração quentinho com aqueles dengos que não eram para nós, mas foram para as crianças que estão conosco todos os dias e que retribuem cada forma de carinho que damos a elas.

Depois disso elas retribuíram cada dengo com um gesto, desde um abraço e um “eu te amo” até um enxugar de lágrimas de seu familiar, demonstrando bastante carinho.

*Relato das educadoras Ana Vitoria dos Santos e Géssica Pereira

Veja também

Foto de crianças e voluntários (adultos) na praia, com o texto "Notícias"