Logo Pró-Saber SP

Descoberta e uma nova paixão: representatividade na leitura importa, sim!

Já imaginou como um livro pode mudar a percepção de um adulto? E de uma criança? Nesse relato, compartilho a história de um frequentador assíduo da biblioteca, confira.
descoberta leitura literatura criança

Desde 2022, recebemos uma criança leitora que vem todos os dias ao espaço, seja para prestigiar os livros, seja para acompanhar as mediações de histórias. Essa criança é muito participativa, vem sempre com o irmão e é também bastante questionadora – sempre perguntando o porquê das coisas.

Quando ele chegou, não sabia ler e escrevia muito pouco. Fugia das leituras e evitava ouvir as histórias, mas foi entendendo que a leitura é algo bom para se aproveitar e que não precisava ser algo didático.

Aos poucos, esse pequeno leitor desenvolveu o hábito da leitura e o interesse pelos livros, ao ponto de não precisar orientá-lo a ler um livro antes de fazer alguma atividade. Aos poucos, com a literatura presente todos os dias na vida dele e do irmão, ele aprendeu a ler.

O livro “Cor de Coraline”, de Alexandre Rampazo,  foi o que marcou a história de ambos aqui na Biblioteca. Para quem ainda não conhece essa obra: fala sobre uma garota, Coraline, que está na sala de aula até que um garoto pedir o lápis cor de pele para ela. A partir disso, fica a questão: qual seria o lápis cor de pele?

A narrativa gira em torno disso e, até aquele momento, os irmãos não reconheciam a própria cor da pele. Após o choque da aceitação, veio o autorreconhecimento nessa descoberta identitária. Um dia ele estava com outro colega na biblioteca, ambos pintando o desenho e, quando a outra criança pediu para ele o lápis cor de pele, automaticamente respondeu dizendo que era errado falar desta maneira, pois existem vários tons de pele. Então, pegou o livro “A cor de Coraline” e mostrou para o colega.


Ele tornou-se um leitor crítico e com ainda mais questionamentos – desta vez com referências e embasamento. Na Biblioteca, começou a ler para outras crianças que não sabiam ler ou que acabavam de chegar ao espaço. Apesar dos desafios, mas com muito potencial, se encontrou na literatura e adora compartilhar essa nova paixão. Acabou tornando-se um mediador mirim da Biblioteca!

Além de “Cor de Coraline”, você quer mais 10 dicas incríveis de leitura para crianças e que por sinal, temos aqui na nossa biblioteca? Olha o que preparamos para você aí embaixo.

eBook

10 livros do Pró Ler & Brincar lidos em 2022

Esse e-book foi preparado com muito carinho cheio de indicações de livros para que você, assim como o Pró, amplie a paixão das crianças (e dos adultos) pela leitura! Preencha o formulário abaixo e baixe o seu.

eBook 10 livros do Pró Ler & Brincar lidos em 2022

Veja também

Capa em amarelo com foto de jovens participando do SLAM Pró Paraisópolis